loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

Sobre Meninas e Empreendedoras

 

Apesar de mulheres empreendedoras já representarem a maioria dos empreendedores no Brasil segundo o SEBRAE, a maior parte delas não nasceram querendo ser empreendedoras. A maior parte delas acaba se descobrindo empreendedora e encontrando neste caminho a oportunidade de crescimento e desenvolvimento sem abrir mão da independência, autonomia e da qualidade de vida.

Hoje, muitas de minhas amigas estão indo de encontro a esta escolha. Ao que parece todas nós chegamos a um momento de vida que o caminho do empreendedorismo nos abre uma opção de vida e que a cada dia que passa queremos mais e mais agarrá-lo.

Quando tinha de 6 para 7 anos levei minha mãe a loucura em uma determinada tarde. Reuni depois da escola todas as meninas que eu conhecia por meio de bilhetinhos escondidos das professoras para uma “reunião secreta” na minha casa (na época as crianças ainda não sabiam nem o que era celular). Imaginem vocês cerca de 20 meninas de 7 anos andando pelas ruas de São Paulo sozinhas rumo a tal “reunião secreta”. Iniciei a reunião, me auto intitulando presidente do novo clube de meninas do bairro. Como todas em um futuro próximo iríamos estudar em escolas diferentes, eu não queria perder o contato. A reunião foi interrompida poucos minutos depois quando minha mãe percebeu que todas as meninas tinham saído escondido dos pais. O clube durou por pouco tempo a base de cartinhas, mas olhando para trás eu consegui montar o que mais tarde viria a ser um grupo ou uma rede social.

Todas aquelas meninas cresceram e viraram as mulheres que hoje estão optando por ser empreendedoras. Após 20 anos, de uma nova maneira, voltamos a montar o clube, mas dessa vez com o foco de ajudarmos umas as outras em nossas carreiras empreendedoras.

Mas por que nós tivemos que esperar 20 anos para perceber que queríamos mesmo ser empreendedoras? E por que tantas outras mulheres demoram tanto tempo assim para também poderem tomar esta decisão? Será que algo mudaria se alguém nos tivesse dito aos 6 anos de idade que existe sim esta opção?

Ensinar empreendedorismo para meninas (e também meninos) com idades de 6 a 12 anos é algo que têm passado pela minha cabeça há algum tempo. Cheguei a questionar um profissional do mercado sobre o assunto e a resposta fora algo parecido com:

Empreendedorismo ensina habilidades e atitudes para a vida.

Nem todo mundo vai crescer querendo possui um negócio, e não há nada de errado com isso. Ainda assim, é importante para as meninas aprender os conceitos básicos de gestão de uma empresa, porque eles vão pegar habilidades de vida que podem ser úteis em uma variedade de situações como assumir riscos, lidar com mudanças e empecilhos, usar a criatividade para resolução de problemas, tomar decisões e o mais importante, se responsabilizar por elas!

As coisas só acontecem se você agir.

Vivemos em uma era de "ativismo preguiçoso." Achamos que ao postar uma reclamação no Facebook ou usar uma hashtag em mídias sociais criamos consciência, porém tais atividades não substituem a ação real. É importante ensinar as crianças sobre o empreendedorismo, para que, eles tenham a consciência de que injustiças ou fracassos existem e que é necessário muito trabalho para as coisas aconteçam!

A vida não consiste em uma escolha entre certo ou errado.

Como minhas amigas, muitas mulheres a partir de uma idade sentem que têm que decidir entre uma carreira ou vida pessoal. Não podemos ficar esperando que a sociedade nos diga o que fazer ou como ser. Em vez disso, temos que ensinar as meninas que é normal ter tanto uma carreira e uma vida pessoal, se isso é algo que eles quiserem.

Mulheres têm tudo para serem bem sucedidas nos negócios.

Estatísticas mostram que as mulheres são boas em negócios. Elas estudam mais, geram mais empregos e são mais precavidas. Então por que não tentar incentivar mais isso? Afinal quando as mulheres são incentivadas a iniciar negócios desde pequenas o mundo pode se tornar um lugar melhor.

E você empreendedora? Acredita que meninas de hoje podem viram empreendedoras de amanhã?

Baseado no artigo do Entrepreneur: Why it is important to teach girls about entrepreneurship

 

Jessica Lopes, Paulista é formada em Administração e tem experiência com projetos, estratégia e novos negócios. É apaixonada por inovação, economia criativa e empreendedorismo. Desenvolve conteúdo sobre gestão para empreendedores e pequenas empresas e atualmente escreve sobre gestão no seu blog “Oficina Inovadora”.

Fonte: Divulgação

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.