loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

O POLEN REALIZA SEGUNDA EDIÇÃO DA CAMPANHA OUTUBRO ROSA – POLINIZANDO O BEM

Iniciativa da startup tem como objetivo convidar empresas geridas por mulheres e ONGs que atendem mulheres em prol acesso ao diagnóstico precoce e tratamento adequado ao câncer de mama

O “mágico” desse ato é o usuário que, sem nenhum custo, transforma toda ou parte de alguma compra realizada em uma das empresas parceiras ou uma foto tirada com o app desenvolvido pelo O Polen, em doação direta para instituições que apoiam a causa

 

Para esse ano e expectativa no Instituto Nacional do Câncer é de aproximadamente 57.000 novos casos de câncer de mama. Pensando em alternativas que visam a diminuição dos índices de mortalidade pela doença, O Polen (www.opolen.com.br), startup que financia iniciativas filantrópicas através do consumo pela web, une mais uma vez usuários, empresas das mais diversas áreas de atuação e o terceiro setor ao realizar a segunda edição da campanha Outubro Rosa – Polinizando o Bem.  A iniciativa tem como objetivo central chamar a atenção da sociedade e arrecadar doações em benefício de ações de promoção de acesso a diagnóstico precoce e tratamento adequando da doença.

 

Para juntar-se a esse time do bem, a startup buscou inicialmente unir dois grandes polos: empresas das mais variadas áreas de atuação geridas por mulheres e grandes instituições que fomentam o tema e realizam durante o ano todo trabalhos sérios e reconhecidos de apoio a causa. “Nessa edição, procuramos ONGs que têm como temas centrais o combate  à mortalidade por câncer de mama e o auxílio a mulheres que necessitam de ajuda. E claro, grandes empreendedoras que, assim como nós, também enxergam que iniciativas como essa merecem apoio e são de grande importância não só para outras mulheres como para a sociedade, afirma Renata Chemin, COO do O Polen.

 

O “mágico” desse ato é o usuário que, sem nenhum custo, transforma toda ou parte de alguma compra realizada em uma das empresas parceiras ou uma foto tirada com o app desenvolvido pelo O Polen, em doação direta para instituições que apoiam a causa.

 

Na prática e em resumo, como funciona?

 

Ao baixar o app do O Polen, disponível para smartphones e tablets de sistema Android, basta optar por uma das campanhas disponíveis e tirar uma foto. A partir daí os próximos passos são escolher dentre as opções de molduras onde estarão as informações sobre a ONG e empresa envolvidas na ação apoiada e compartilhá-la pelo Facebook. Pronto, a doação já foi realizada e sem nenhum custo ao usuário. Todas as fotos tiradas passam pela curadoria formada pela startup que tem a incumbência de liberá-las aos usuários no momento seguinte. Os valores das doações - entre dois e sete reais - são acordados previamente por campanha entre a startup, as ONGs e a empresas apoiadoras.

 

Caso o usuário opte por realizar sua doação diretamente em um dos e-commerces parceiros, logo ao entrar ele já será avisado qual ou quais produtos estão envolvidos na ação e que terão um percentual revertido em doações às instituições apoiadas pelas empresas. Então, basta realizar qualquer compra dos produtos indicados dentro de um dos e-commerces apoiadores da ação e pronto. A doação já foi feita. Os percentuais doados pelas empresas são acordados individualmente com a startup, que não fica com qualquer parte desse valor.

 

Conheça as ONGs envolvidas:

 

Fundação Laço Rosa

A Fundação Laço Rosa é um portal na internet voltado para a divulgação sobre a detecção precoce e combate ao câncer de mama. No espaço são oferecidas informações, apoio e suporte emocional por meio do compartilhamento de histórias de sucesso, além de artigos de médicos, fisioterapeutas, psicólogos e advogados. Uma espécie de “porto seguro” para aquelas que se defrontam com o diagnóstico de câncer de mama em sua vida ou de alguém próximo. Além disso, trabalha com banco de perucas para pacientes de quimioterapia.

 

FEMAMA

A Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama é uma associação civil, sem fins econômicos, que busca reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama no Brasil. Está presente na maioria dos estados brasileiros por meio de 58 ONGs associadas, atuando na articulação de uma agenda nacional única para influenciar a formulação de políticas públicas de atenção à saúde da mama.

 

Instituto Oncoguia

Associação sem fins lucrativos, criada e idealizada com o objetivo de ajudar o paciente com câncer e a população como um todo a viver melhor por meio de ações estratégicas de prevenção e promoção à saúde, bem-estar, qualidade de vida e do fomento da conscientização para a adoção de uma postura ativa e responsável de cidadania voltada para o autocuidado em saúde.

 

Orientavida – Pense Rosa

A Orientavida foi fundada em novembro de 1999 no município paulista de Potim, com o intuito de ajudar as pessoas menos favorecidas a combater, de maneira eficiente, a pobreza e a falta de oportunidade. E para focar exclusivamente no trabalho orientação a mulheres na prevenção da doença, a ONG criou o projeto Pense Rosa.

 

“Entendemos que, para além de criarmos e desenvolvermos um modelo sustentável para captação de recursos para o terceiro setor, temos também de fazer a nossa parte e contribuir de alguma maneira. Por essa razão, nessa oportunidade, nos posicionamos como organizadores e 100% do valor vindo de doações será encaminhado às instituições participantes. Queremos um mundo onde todos possam pensar um pouco mais no bem coletivo, esse é o nosso propósito”, afirma Fernando.

 

Lojas participantes

 

- Green Food

- Oops Decoração 

- Tulli Lingerie 

- By Carol Fernandes

- Keiki Confeiraria

- Nossos Peludos 

- Thacci

- Ateliê Cla de Luca

Todas parcerias entre as lojas e O Polen podem ser realizadas até o dia 15 de outubro e os contatos interessados em saber mais da ação devem ser iniciados via e-mail da própria COO da startup, Renata Chemin: renata@opolen.com.br.

Ainda não conhece O Polen? Então lá vai!

 

Tudo começa quando o desenvolvedor de softwares paranaense Fernando Ott, 26 anos, ao trabalhar por alguns anos para e-commerces e a partir do contato já mantido por ele com o terceiro setor, viu a necessidade de diversas ONGs e instituições de caridade pela ampliação de arrecadações de fundos – ao mesmo tempo, uma dificuldade recorrente por parte das empresas em encontrarem formas práticas para investirem em ações sociais que contassem com o envolvimento das suas bases de consumidores. 

 

Ao perceber essa oportunidade, Fernando teve a ideia de criar um startup para explorar esse mercado. Em outubro de 2014, a iniciativa ganha o reforço da atriz e professora de pitch Renata Chemin, 25 anos, que já dava suporte à startup em diversas questões ligadas à comunicação.

 

“Desde o início, buscamos ser a mola propulsora que aproxima e transforma a relação que pessoas, empresas e o terceiro setor têm hoje e onde se encontrem para a prática de ações sociais de forma rápida, prática e segura e sem maiores custos para nenhuma das partes envolvidas no processo de doação”, assinala Fernando Ott, CEO do O Polen. “Propomos com O Polen uma verdadeira mudança em como devem ser encaradas as relações comerciais. Para nós, todas as pessoas, estejam elas em quaisquer dos setores da sociedade, têm possibilidade de contribuir de alguma maneira com o mundo em que vivemos, complementa Renata Chemin, COO do O Polen.

 

 

Conheça o time de empreendedores:

 

Fernando Ott – CEO

Empreendedor e músico, nem sempre nessa ordem, apaixonado por tirar do papel suas ideias. Formado em computação, passou por empresas como Walmart.com, Buscapé, B2W. Em 2012 largou tudo para viver sua grande paixão de empreender. Acredita que o futuro do capitalismo são negócios que tem lucro ao mesmo passo que ajudam a melhorar o mundo.

 

Renata Chemin - COO

Atriz desde os 8 anos, se aventurou pela primeira vez no mundo de Startups com um curso de preparação e desenvolvimento de pitch. Fissurada por música e arte, morre de medo de avião, mas ama qualquer tipo de viagem. Gosta tanto de falar que criou a habilidade de lidar com pessoas e fechar parcerias. COO do Polen, Dubladora, Locutora, Produtora Cultural, Escritora e só, por enquanto.

Sobre O Polen

O Polen é uma startup feita para criar e incentivar formas alternativas e inovadoras para arrecadação de recursos para projetos sociais. Com experiência no comércio eletrônico, identificou-se uma maneira de aproveitar o potencial de arrecadação do e-commerce, para o apoio dessas causas. Com essa ideia na cabeça, foi criado um plug-in que, permite a destinação de uma parcela do valor da compra em lojas parceiras a alguma ONG ou instituição cadastrada sem gastar absolutamente nada mais por isso.

 

Fonte: Divulgação

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.