loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

Google lança projeto de programação para mulheres

 O programa Made with Code reúne vídeos e ferramentas que tentam ampliar a presença feminina no mundo dos códigos

Quem disse que o mundo da programação precisa ser predominantemente  masculino? Para inspirar mulheres a usarem a linguagem dos códigos, o Google lançou o projeto Made with Code. A iniciativa pretende aumentar a participação e o interesse do público feminino pela área. De acordo com uma pesquisa divulgada pela AAUW (Associação Americana da Universidade das Mulheres, em livre tradução), menos de 1% das estudantes de ensino médio dos EUA pretendem fazer algo ligado à ciência da computação. No Brasil, essas diferenças também são evidenciadas no mercado de trabalho, já que as mulheres representam apenas um quarto dos profissionais que atuam no setor, conforme apontou o último Censo.

Em busca de fortalecer a presença feminina na área da tecnologia, o programa desenvolvido pelo Google inclui parcerias com instituições e um compromisso de investir US$ 50 milhões para ajudar a aumentar a diversidade de gênero na computação. Na plataforma virtual, a iniciativa também inclui ferramentas que ajudam a fazer projetos básicos de programação, como a criação de um bracelete para ser impresso em 3D ou o desenvolvimento de GIFs animados. Tudo é feito com base no Blockly, uma linguagem de programação em blocos que foi desenvolvida pelo Google.

Gstudio Group / Fotolia.com

 

“Codificação é uma nova alfabetização e oferece para as pessoas o potencial de criar, inovar e, literalmente, mudar o mundo”, disse Susan Wojcicki, CEO do YouTube, em nota oficial. Segundo ela, é importante mostrar para as meninas que a informática pode ser importante para o seu futuro.

Na tentativa de tornar o universo dos códigos mais familiar, o site do projeto apresenta vídeos que contam histórias inspiradoras de mulheres que desenvolvem seus projetos com o auxílio da programação. Uma delas é a Erica Kochi, especialista em inovações tecnológicas da Unicef. Com um sistema de comunicação para celulares, eles conseguem registrar o nascimento de crianças em toda a Nigéria, incentivar o combate de doenças e assegurar que elas estejam frequentando a escola. “Sem o código, eu nunca poderia alcançar milhões de crianças ao redor do mundo”, afirmou em um depoimento publicado no Made with Code.

Para as mulheres que se motivaram com as histórias compartilhadas e decidiram aprender programação, o site reúne dicas de plataformas que ajudam a desenvolver projetos usando códigos, como o Scratch, Webmaker e o App Inventor. Além dos recursos virtuais, ao inserir a sua localização geográfica, a usuária tem acesso a uma lista de eventos e atividades presenciais próximas. 
 
 
Fonte: PorVir.org

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.