loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

GNT e ONU Mulheres firmam parceria e lançam campanha #ElesPorElas

 

Ação é a favor do empoderamento das mulheres e faz reflexão sobre igualdade de gênero.


Acesse 
aqui o conteúdo especial do GNT

 

“Se não eu, quem? Se não agora, quando?”. A partir desse mês, o GNT – em parceria com a ONU Mulheres – lança o movimento #ElesPorElas, que tem como objetivo mobilizar o público masculino a favor da luta pelo empoderamento feminino e provocar a discussão pela igualdade de gênero. A campanha é uma versão brasileira de #HeForShe, já conhecido mundialmente. Por isso, no dia 24 de junho, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, o canal e a entidade das Nações Unidas juntam suas forças e lançam a ação. “Formalizamos essa parceria com o intuito de trazer mais visibilidade para o tema e fazer com que ele seja mais discutido aqui no Brasil. O canal vem acompanhando o universo da mulher há anos e, por isso, enxergamos a importância de disseminar essa causa. Entendemos que o melhor jeito de atingir nossos objetivos é por meio dos homens, fazer com que eles também se sensibilizem e percebam que a igualdade é um direito de todos”, afirma Daniela Mignani, diretora do GNT.

 

Para a representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, o engajamento do GNT atende aos desafios lançados pelo movimento ElesPorElas. “Como um movimento solidário mundial, ElesPorElas (HeForShe) convoca a mídia, por exemplo, a reunir os seus recursos de comunicação, entre profissionais, apresentadores, conteúdo editorial, grade de mídia gratuita e fornecedores, a formular estratégias em favor da igualdade entre mulheres e homens”, considera Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil. De acordo com ela, a parceria com o GNT colabora para amplificar a defesa dos direitos das mulheres no Brasil. “É a vez de os homens se somarem ao debate e à ação para eliminar as desigualdades de gênero, gerando consciência pública sobre a urgência da mudança de comportamentos e atitudes diárias. Para isso, a mídia tem um papel fundamental”.

 

Rodrigo Hilbert é um dos apoiadores do movimento #ElesPorElas no Brasil

O objetivo do evento é, a partir de uma dinâmica em total sintonia com o viés da campanha, colocar o homem como centro do ativismo e do diálogo, e trazer o tema para uma reflexão conjunta. Desta forma, GNT e ONU Mulheres pensaram em cinco painéis, com cerca de 20 minutos cada, mediados pelos apresentadores Marcelo Tas e Astrid Fontenelle. Os temas abordados serão: trabalho, assédio, mídia, vida em casal e infância. Entre os convidados para os debates estão Débora Emm (Cientista Social, Sócia-Fundadora da consultoria Inesplorato), Leo Jaime (Apresentador do GNT), Jout Jout (Youtuber), Djamila Ribeiro (pesquisadora na área de Filosofia Política), Luiza Trajano (empresária brasileira) e Roger Raupp Rios (estudioso em diretos humanos). Participam também Luiza Carvalho, diretora da ONU Mulheres na América Latina e Caribe, e Nadine Gasman, representante do escritório da ONU Mulheres no Brasil.

Além disso, com o apoio do canal e o engajamento do seu elenco, a campanha tem como meta alcançar 100 mil assinaturas, somente aqui no país, para contribuir com o mapa mundial de engajamento à causa, que está disponível no site http://www.heforshe.org. Este mapa georreferenciado é atualizado em tempo real e mostra o número de adesões ao redor do mundo. Hoje, são mais de 321 mil, registradas desde o lançamento do “HeForS.he”, em Nova York, no dia 20 de setembro de 2014. O Brasil é atualmente o líder do ranking de adesões nas Américas do Sul e Central.

Ainda dentro do pacote de ações, haverá chamadas que irão ao ar nos intervalos da programação do GNT e dos canais Globosat com Astrid Fontenelle, Bela Gil, Marcelo Tas e Rodrigo Hilbert. Os vídeos serão ilustrados também com cenas de crianças e adolescentes em situações do cotidiano que apontam claramente a desigualdade de gênero.

Xico Sá também aderiu à causa pela igualdade entre mulheres e homens

O assunto também segue em foco em um site dedicado à causa – gnt.com.br/elesporelas -, para a produção de informações sobre o tema e transmissão online dos debates, em tempo real. A página terá conteúdo produzido também pela Rádio ONU, parceira na ação. Haverá ainda uma estratégia de divulgação da campanha nas redes sociais do canal. Entre as ações previstas estão o compartilhamento de informações sobre o engajamento de famosos e apresentadores do GNT e publicações de incentivo à adesão e apoio do público.

A programação do canal também traz a discussão em programas como “Saia Justa”, “Papo de Segunda” e “Marilia Gabriela Entrevista”, que receberá Luiza Carvalho, diretora da ONU Mulheres na América Latina e no Caribe. E no dia 26 de junho, à 0h, o canal exibe o documentário “Mulheres na Mídia”, que discute estereótipos femininos por meio de depoimentos de mulheres fortes e homens que apoiam a igualdade de gênero.

Jogadores do Inter, de Porto Alegre, estão na campanha #ElesPorElas e mobilizam torcida. Na foto, D’Alessandro representa o clube colorado

Para o GNT, assim como para a ONU Mulheres, a aceitação e o reconhecimento dos benefícios de uma sociedade integralmente igualitária, por parte da população masculina, são de extrema importância. É preciso que juntos, homens e mulheres, ajam em prol de um ideal comum e sigam em busca de mudanças culturais, sociais e institucionais. Por isso, a campanha atua em diversas frentes como, por exemplo, o empoderamento econômico das mulheres e o aumento da participação e lideranças femininas. A igualdade de gênero precisa ser vista, sobretudo, como um direito humano.

Grêmio faz parte da campanha #ElesPorElas. Na foto, o jogador Felipe Bastos convida a torcida tricolor

Ficou curioso? Curiosa? Acesse o site do GNT e confira a transmissão dos painéis, em tempo real, em gnt.com.br/elesporelas. O internauta também pode participar da campanha pelas mídias sociais (Twitter, Instragam e Facebook) usando a hastag #ElesPorElas e #HeForShe.

Sobre GNT  - Dez vezes eleito o canal mais admirado da TV por assinatura (*), o GNT possui conteúdo diversificado para atender aos mais variados gostos da mulher brasileira. O canal, que tem como foco a programação nacional, destaca-se pelo capricho editorial e por seus apresentadores, que são profissionais que entendem muito bem do que falam. Além de temas como moda, beleza, saúde, decoração, culinária e debate, as séries de ficção, os documentários e os realities estão muito presentes na programação do GNT.

(*) Fonte: Pesquisa Veículos Mais Admirados – Meio & Mensagem e Troiano Consultoria de Marca.

Sobre a ONU Mulheres - A ONU Mulheres é a nova liderança global em prol de mulheres e meninas. A sua criação, em 2010, foi aplaudida no mundo todo e proporciona a oportunidade histórica de um rápido progresso para as mulheres e as sociedades. Para a ONU Mulheres, as mulheres e meninas ao redor do mundo têm o direito a uma vida livre de discriminação, violência e pobreza e a igualdade de gênero é um requisito central para se alcançar o desenvolvimento.

Sobre ElesPorElas - Criado pela ONU Mulheres, a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, o movimento de transformação social ElesPorElas (HeForShe) é um esforço global para envolver homens e meninos na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir seu potencial e a organizar juntos, homens e mulheres, uma nova sociedade.

Fonte: Divulgação

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.