loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

Faturamento X Lucro não se deixe iludir

A colunista Gisele Meter diz que para um controle financeiro eficaz é preciso diferenciar faturamento de lucro! Entenda com o artigo abaixo:

Por Gisele Meter

Um erro muito comum de novas empreendedoras, normalmente está relacionado à forma como elas lidam com o fator financeiro de seu negócio, ou seja, como fazem a separação entre pessoa física e pessoa jurídica de seu empreendimento.

De modo geral, podemos dizer que pessoa física trata-se de quem você é já a pessoa jurídica, é a identidade de sua empresa. O ideal é ter esta consciência e saber que o que é de um, não deve ser misturado com outro.  Vejo ainda muitas mulheres fazer esta confusão, comprometendo assim, o seu sonho.

Mesmo que sua empresa, seja somente você, é importante saber que sua pessoa física e pessoa jurídica, têm finalidades diferentes.

Percebo que em muitos casos, por falta de preparo profissional ou desconhecimento do negocio, empreendedoras acabam retirando dinheiro do caixa de suas empresas para fazer pagamento de contas pessoais e vice-versa. Cuidado é aí que mora o perigo! O ideal é que você estabeleça um valor fixo de retirada assim como um salário (chamado de pró-labore), pois, ao retirar dinheiro da empresa sem controle, você pode estar caindo em uma grande armadilha.

É importante saber separar o negócio, pois foi nele que investiu suas economias, e será dele que você irá retirar o seu dinheiro.

A medida que seu empreendimento for crescendo, aumenta-se também o pró-labore estabelecendo assim um padrão mais elevado de retiradas, mas isto só deve acontecer se o negócio estiver realmente apresentando crescimento baseado em lucro e não em faturamento que  são duas coisas totalmente diferentes, não se iluda.

Vejo pessoas brilharem os olhos quando ouvem falar do faturamento de uma empresa, o que elas não sabem na verdade que isto é o total arrecadado ao longo de um período, sem contar as despesas.

O lucro por sua vez é o saldo final positivo após o pagamento de contas, empregados e tudo mais que um negócio pode gerar de despesas para que assim, possa continuar existindo.

O grande segredo então é entender que sem lucro, não há pró-labore esta é a realidade que muitas vezes é deixada de lado. Por isso a necessidade de um controle financeiro eficaz, que possibilite uma visão ampla e bem realista do negocio proporcionando então o direcionamento na tomada de decisões de investimento e retiradas, pois somente desta forma é possível orientar suas ações de maneira mais acertada, garantindo longevidade e crescimento do seu empreendimento.

Lembre-se sempre: Faturamento não é lucro!

Gisele Meter é empresária e diretora executiva de Recursos Humanos, atua com gestão estratégica de pessoas, Psicóloga, colunista, escreve sobre comportamento organizacional e liderança. Palestrante e consultora estratégica em gestão de pessoas e gestão da mudança organizacional. Coautora do livro – Consultoria  Empresarial – Métodos e cases dos campeões. Idealizadora da metodologia LIFE – Liderança Feminina para o desenvolvimento de liderança feminina estratégica no contexto organizacional.

Fonte: Divulgação

Sobre o autor:
Equipe RME

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.