loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

Concurso para as Startups mais Inovadoras da América Latina e do Caribe

Concurso para as Startups mais Inovadoras da América Latina e do Caribe nas Indústrias Criativas e Culturais

 

BASES DO CONCURSO

A busca é por startups que estejam melhorando vidas na América Latina e no Caribe por meio de produtos e serviços em setores como:

  • Artes cênicas: Produção teatral (dança, circo, marionetes, etc.) e festivais.
  • Artes audiovisuais: Produção audiovisual (pintura, escultura, artesanato, fotografia, multimídia, ilustração, cinema e rádio).
  • Tecnologia: Produção digital (videogames, animação, desenvolvimento de software, wearables), impressão 3D e robótica.
  • Desenho e editorial: Arquitetura, desenho industrial, desenho gráfico, edição de livros e revistas, moda e joalheria.
  • Música: Produção, pós-produção musical e organização de festivais.
  • Gestão cultural: Centros de arte e patrimônio, conservação de bens, empresas de marketing, eventos e comunicação.

Esses setores são classificados pelo BID dentro da Economia Laranja.

As empresas startups deverão designar um representante que atue como interlocutor com a organização do concurso. Todos precisam ser maiores de idade e cidadãos de um dos países mutuários do BID.

REQUISITOS

Os participantes devem ser maiores de 18 anos em 1º de fevereiro de 2016, ser cidadãos de um dos países membros mutuários do BID e ser fundadores ou cofundadores da startup.

A startup deve ter entre 1 ano e 3 anos de funcionamento no momento de apresentar a candidatura.

As candidaturas devem ser registradas na plataforma NEXSO e o formulário deve ser preenchido em um dos idiomas oficiais do BID (espanhol, inglês, português e francês).

A startup deve desenvolver seu produto/serviço em um dos setores mencionados anteriormente.

A startup deve ter uma solução ou produto já em uso ou um produto mínimo viável (MVP) com usuários já testando o modelo.

A startup deve estar pronta para arrecadar fundos a fim de avançar para um novo nível de expansão ou impacto.

As startups devem apresentar os seguintes documentos:

  • 2 cartas de recomendação:    

·         De um colaborador externo ou cliente, que valide o trabalho da startup.

·         De uma organização ou instituição que conheça o trabalho da startup e suas realizações.

·         Nota: As cartas de recomendação não podem ser assinadas por parentes dos fundadores ou cofundadores da startup.

·         Um vídeo de no máximo dois minutos de duração. A equipe de trabalho deve aparecer no vídeo e deve responder as seguintes perguntas:

·         A que oportunidade de negócio sua startup responde?

·         Como você validou seu produto e qual é seu mercado?

·         Como é a composição de sua equipe?

·         Quais são seus planos de crescimento?

·         Por que sua startup deve ser escolhida?

·         Nota: O vídeo deve responder claramente as perguntas. A apresentação de um vídeo genérico ou que não responda as perguntas específicas fará com que a candidatura seja considerada incompleta.

Os ganhadores devem estar presentes em todas as atividades, inclusive as que sejam realizadas on-line antes e depois da reunião em Construir soluções.  O não cumprimento deste requisito implica a desqualificação da startup. Os escolhidos serão avisados de sua seleção por e-mail.

A data limite para receber as candidaturas é 1 de fevereiro de 2016 às 17h59 (EST)hora da costa leste dos Estados Unidos e não haverá prorrogações do prazo.

Um representante de cada uma das startups selecionadas participará do evento
Construir soluções 2016, condicionado à obtenção de um visto do consulado dos Estados Unidos para entrada no país. O BID fornecerá uma carta-convite.

Apenas um representante por startup selecionada será convidado a participar do Construir soluções e da Noite do Empreendimento.  Recomenda-se que a pessoa que tiver apresentado a candidatura da startup preenchendo o formulário e falando no vídeo seja a pessoa designada pela equipe para representar a startup.

Os selecionados deverão se preparar para expor suas ideias em um formato “pitch by fire”, em que disporão de dois minutos de apresentação diante dos jurados e do público geral. O representante poderá recorrer ao uso de dois slides, se quiser. A apresentação deverá focar o problema principal que a startup procura resolver.

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

As startups e seus produtos ou serviços serão avaliados com base em:

1.  
Criatividade e inovação

  • A proposta é uma ideia original?
  • Criatividade: O processo ou o produto lançado no mercado se alinha a uma oportunidade de negócio ou a uma necessidade identificada.
  • Inovação: O produto tem uma nova vantagem em relação aos que já existem no mercado.

2.  Mercado e posição competitiva

  • A equipe entende o mercado e a situação do contexto em que atua? ou Quem é o público alvo?
  • O empreendimento tem potencial comercial, sustentabilidade e viabilidade como negócio.
  • A iniciativa compreende os desafios competitivos? Conta com os canais de distribuição necessários? Tem um valor agregado claro frente aos competidores? É escalável?

3. Composição da equipe de trabalho

  • A equipe tem a formação, experiência e competência necessárias para levar o empreendimento adiante.
  • A equipe pode explicar, de maneira concreta, os resultados obtidos até o momento e os que se propõe a obter.

 

Fonte: Divulgação

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.