loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

7 Erros Comuns em Uma Negociação

Não há como ser empreendedor sem se deparar com a hora da venda. Não somente a venda de produtos ou serviços, mas também a venda de ideias, de parcerias, de projetos para investimento.

Como principal líder, o empreendedor é responsável pelo futuro do seu negócio, tendo que dividir o seu tempo produtivo entre o hoje e o amanhã. E estar pronto para um bom diálogo é essencial para aumentar as chances de sucesso.

Engana-se quem acha que a negociação é puramente emocional. Certamente mexer com a emoção, encantar, surpreender pode ser o fator determinante para o resultado positivo. Mas a base é lógica, portanto, preste atenção a atitudes que podem levar ao fracasso.

1.       Não se preparar

Confiar no improviso pode ser fatal. Tenha um plano para a sua negociação: analise a outra parte, busque informações na internet. Leia a proposta antes da reunião, saiba números de cor, mostre que você domina o assunto. E tenha anotações à mão, por garantia.

 

2.       Não falar em fatos e dados

Quando vamos falar em investimento, crescimento, conquista de mercado, em acerto de estratégia, precisamos de dados factíveis. Mencionar números e estatísticas dão credibilidade à proposta. E a pessoa com quem você está negociando precisa se sentir segura para te falar um “sim”. 

 

3.       Subestimar a capacidade do seu parceiro

Nunca sabemos ao certo o quanto o parceiro também se preparou para a reunião, portanto, saia de casa pronto para uma discussão de alto nível. Acreditar que você é melhor ou mais esperto que a pessoa que vai estar do outro lado da mesa pode te nocautear.

 

4.       Mentir

É mais provável que a transparência te dê alguma vantagem do que a mentira. Ela nunca pega bem. Sem falar que, quando revelada, pode fazer não só você perder o negócio como o parceiro, sem chance de reconquista.

 

5.       Ser arrogante 

Você é muito bom, seu projeto é único, mas tem muita gente boa no mercado. A humildade é um fator que falta muitas vezes, mas que é de muito bom tom. Nada mais chato que negociar com que se acha o melhor do mundo. Mostre os atributos do negócio e deixe que o parceiro valorize você.

 

6.       Não se preocupar em fazer boas perguntas

Perguntas inteligentes não só enriquecem a reunião e a discussão, como podem valorizar a estratégia. Ampliar a visão do negócio e refletir sobre todos os caminhos possíveis garante melhores resultados.

 

7.       Ser inflexível

É importante ter espaço para ajustes. Às vezes é preciso dar um passo atrás para poder dar dois para a frente, na sequência. E quando falamos em parceria é preciso ter consciência que há dois interessados que não querem ou não podem seguir em frente sozinhos. A rigidez pode estragar um negócio que tem boas chances de sucesso.

Para finalizar, é bom lembrar da máxima de que “juntos chegamos mais longe”, parceiros são necessários. Por isso, desejo que a sorte te traga grandes oportunidades. E que esteja preparado para que possa aproveitar todas elas.

 

Fernanda Nascimento é executiva com mais de 20 anos de experiência em marketing estratégico, especialista em marketing digital e branding, com passagem por grandes multinacionais como o grupo americano Danaher e a alemã Volkswagen. Consultora para PMEs na área de desenvolvimento de negócios e planejamento estratégico, incentiva a inovação para resultados mais rápidos e a digitalização do marketing para a certeza da conversão em vendas.

 

Fonte: Divulgação

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.