loader
V I R A D A


COLUNISTAS









clear

4 erros em parcerias que afastarão você do sucesso

A colunista da RME e fundadora da Wonderbox, Stefani Paranhos lista as quatro atitudes que levarão suas parcerias ao fracasso. Fique atenta para evitá-las!

por Stéfani Paranhos

São comuns, em todos os estágios da vida de uma empresa, alianças que podem ser para promoção e vendas, para força de barganha junto a fornecedores e até para criação de novos produtos e serviços. Para o empreendimento em começo das atividades, as parcerias desempenham um papel ainda mais importante, afinal, “a união faz a força”.

Mas, a palavra “parceria” nem sempre tem significado tão claro para muitos empreendedores. Há quatro casos mais comuns onde pelo menos um dos lados falha, os quais você deve repudiar. São eles:

1. Postergar o serviço ou a entrega do produto a ser feito para o seu parceiro. Essa situação é comum em permutas, onde o empreendedor não consegue criar o mesmo compromisso que teria se estivesse recebendo em dinheiro. Então, na escala de prioridades, a entrega para o parceiro sempre fica pra depois.

2. Superfaturar o seu serviço ou produto para levar vantagem na permuta. Essa falha beira, ou melhor, mergulha na falta de ética. Seu serviço vale X, o site que tanto quer que seu parceiro faça custa 10X, você aproveita que o seu serviço não é tabelado e acaba fazendo uma proposta mais salgada para levar vantagem. Cedo ou mais tarde, ele vai descobrir.

3. Iniciar o “acordo” antes que tudo esteja claro com o seu parceiro. Parcerias devem ser bem acordadas, o que está incluso e o que não está. Certa vez um quase-parceiro começou uma campanha utilizando uma das minhas marcas antes de fecharmos como seria a dinâmica da promoção e as especificações de uso da identidade. Não foi nada legal, a impressão que ficou é que ele quis se aproveitar da força que tínhamos antes do momento certo.

4. Confiar em muitas promessas verbais em parcerias com grande potencial futuro. Normalmente as vítimas são as pequenas empresas, que acabam se sujeitando à promessas das grandes, vislumbrando enormes ganhos futuros. As pequenas fazem o acordado antes, esperando que a outra parte faça a delas, tanto por pressão quanto para superar as expectativas. Na hora H, a segunda parte inventa uma desculpa ou, pior, some.

 

Stéfani Paranhos é bacharel em Marketing pela Universidade de São Paulo, empreteca e fundadora da Wonderbox.

É amante das mídias digitais e do grátis, especialmente brindes e amostras. A paixão foi transformada em campo de estudo com o blog Freebietising.com, onde fala de marketing promocional com foco em gratuidades.

Esse amor pelo free também foi transformado em negócio, a Wonderbox, que permite empresas alcançarem seu público-alvo por meio de pequenos presentes.

 

Fonte: Divulgação

Sobre o autor:
Equipe RME

OUTRAS NOTÍCIAS

2016

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.